Parceria Época Cosméticos, 18% de desconto em todos os perfumes

Pesquisar

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

John Varvatos Vintage

Por pouco acesso à marca, pude conhecer alguns de seus perfumes mas, o mais comentado por colecionadores e especialistas como sendo o melhor da marca, eu ainda não tinha em minha coleção. Aproveitei uma oportunidade de fim de ano e arrematei essa preciosidade. Pouco se fala na marca no Brasil. Pouco é divulgada e acaba com status de "produto de segunda linha". Isso é verdade?? NÃO. Vamos apresentar sua descrição comercial primeiro, e depois falar de seu desempenho real na minha pele:

Vintage (John Varvatos): O perfume masculino Vintage da marca John Varvatos é uma lufada de frescor, trazido por uma riqueza de plantas costeiras de Marrocos. Com notas de cabeça de absinto prata, Santolina, lavanda branco e funcho selvagem, com destaque para um ruibarbo fresco e suavizados com o artesanal marmelo, a fragrância traz acentos picantes de folhas frescas de árvores de canela, pimentas da Índia e bagas de zimbro albaneses adicionam uma dimensão energética à esta fragrância masculina. Já nas notas de coração concentram-se uma peça central elegante de musgo de carvalho iugoslavo e óleos puros de patchouli extras são aquecidos pelo rico abeto balsâmico canadense. Um duo neoclássico de notas fortes de perfumaria, com um toque final de flores como o jasmim egípcio e o lírio florentino para dar corpo a esta nota. O fundo fica por conta das madras, que traz uma impressão duradoura de madeiras raras e uma sensação sensual de feijão Tonka venezuelano. Tabaco e camurça são os acentos que completam o perfume.

 Compre seus perfumes aqui!

Assim que acabo de passar o perfume, nos três primeiros minutos, os acordes de ruibarbo, absinto e canela aparecem com mais presença. Bem notável nesse período. Como são notas pouco simpáticas com o olfato, graças a Deus elas duram bem pouco mesmo. E é aí onde vem a mágica olfativa!

Após os três primeiros minutos, as notas de coração que duram por aproximadamente duas horas na minha pele, apresentam uma fusão linear, extremamente equilibrada e sexy de tabaco, canela e marmelo. Que aroma delicioso e diferente de tudo que já senti! Calmamente sexy, não exagera em nenhuma nota, tudo muito bem arquitetado e pensado pelo perfumista Rodrigo Flores-Roux.

Depois dessas duas horas, o aroma canforado do patchouli aparece com mais presença, mas sem abrir mão das especiarias que ditam as notas desde o começo de sua evolução. Tabaco, canela e patchouli agora fazem parte das notas que vão acompanhar o desenvolvimento da fragrância até o fim. Um aroma doce, não enjoativo, quente, mas sem nenhuma vulgaridade, ultra masculino. Um chipré incrível. A melhor proposta desse perfume é ser sexy, panty dropper, usado para sair à noite para um encontro com a parceira. Acredito que vá bem no trabalho, ambientes climatizados e até mesmo uma balada que você queira ser mais destaque que o perfume. Uma segunda pele, um cheiro diferente, inebriante e igualmente sensacional.

Fixação 6/10
Projeção 5/10
Aroma 10/10

Vale a compra!! Concordo com os especialistas e colecionadores de todo mundo que afirmam que o Vintage é o melhor perfume da grife. Aroma completo e totalmente sexy. Altamente recomendado!!

Forte abraço a todos!

5 comentários:

  1. Parabéns pelo trabalho! Ótimo artigo!

    ResponderExcluir
  2. Ótima resenha ;mais uma vez lançado luz a um assunto tão interessante!!! Com propriedade e destreza nos comentários ; não deixando de lado a simplicidade q abre totalmente de fácil acesso o o entendimento total de um perfume tão complexo.

    ResponderExcluir