Parceria Época Cosméticos, 20% de desconto em todos os perfumes

Pesquisar

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Famílias olfativas

familia olfativa
Fala moçada, beleza?

Nesse artigo, vamos detalhar as famílias olfativas existentes e suas ramificações. É um tema um pouco extenso, mas que vale a pena ler para ampliar nosso conhecimento. Bora lá??

FAMÍLIAS

Família olfativa #1: Cítrico

Tem como notas em evidência os citrinos, tais como limão, bergamota, laranja, lima, toranja (grapefruit), e alguns aldeídos que reforçam essas notas.

Família olfativa #2: Floral

Tem como notas em evidência as flores, tanto de forma simples quanto de forma composta como um buquê floral. Contém flores brancas, vermelhas, opulentas, peônia, flor de laranjeira, rosas, violeta, etc.

Família olfativa #3: Chipré

Tem uma tríade de notas em evidência para caracterizá-la. Essa tríade é composta por notas cítricas no topo, corpo e fundo amadeirados compostos por patchouli e musgo de carvalho.

Família olfativa #4: Floriental

Com nome autoexplicativo, essa família tem como notas evidentes um corpo floral e uma base oriental, composta por notas doces como a baunilha, por exemplo.

Família olfativa #5: Verde

Tem como evidência notas herbáceas, verdes, úmidas, frondosas, cheiro de capim, terra molhada, folhas esmagadas.

Família olfativa #6: Oriental

É composta por uma tríade de notas compostas por uma abertura fresca e frutada, corpo com notas quentes, e base balsâmica, abaunilhada, amadeirada, podendo também ter alguma nota animálica para trazer pungência/sujeira ao perfume.

Família olfativa #7: Amadeirado

Tem como evidência as notas amadeiradas. Essas notas podem ser do sândalo, patchouli, cedro, vetiver, guaiaco, etc.

Família olfativa #8: Frutal

Tem como evidência notas de frutas diversas como banana, maçã, pera, damasco, pêssego, manga, morango, etc.  

Família olfativa #9: Fougère

A mais complexa das famílias olfativas. É formada por uma tríade básica de cítricos, lavanda e cumarina, tendo também almíscar e/ou alguns musgos.


SUBFAMÍLIAS

Subfamília olfativa #1: Aldeídico

Traz um aspecto metálico, brilhante, limpo. Reforça as notas iniciais de um perfume. Pode também reforçar o aspecto saponáceo.

Subfamília olfativa #2: Ambarado

Contém âmbar em destaque, com fechamento suave e macio, com adição de baunilha ou derivados, sem se tornar doce.

Subfamília olfativa #3: Animálico

Perfumes com base forte e marcante, contendo notas animálicas de civeta e/ou castoreum.

Subfamília olfativa #4: Aquático

Trazem notas com aspecto aquático, marinho, leve, ozônico. Utiliza muito a molécula sintética calone, que imita o cheiro marinho.

Subfamília olfativa #5: Aromático

Traz notas frescas de abertura e desenvolvimento como lavanda, alecrim, artemísia, menta, manjericão, etc.

Subfamília olfativa #6: Gourmand

Composta terminantemente por notas gustativas como chocolate, baunilha, açúcar, caramelo, nozes, coco, leite, mel, etc.

Subfamília olfativa #7: Lavanda

Família pouco usada, tendo como evidência o aroma da lavanda ou do lavandin.

Subfamília olfativa #8: Couro

Contém presença marcante de couro ou camurça.

Subfamília olfativa #9: Almiscarada

Nuances suaves e macias de almíscar, lembrando cheiro da própria pele ou de bebê.

Subfamília olfativa #10: Flor-de-laranjeira

Perfume com evidência de uma das facetas da flor de laranjeira ou neroli.

Subfamília olfativa #11: Atalcado

Perfumes limpos e confortáveis, lembra o cheiro de produtos cosméticos. Pode conter íris, violeta, fava tonka.

Subfamília olfativa #12: Flores brancas

Trazem como evidência o aroma das flores brancas de forma simples ou multifacetada.

Subfamília olfativa #13: Especiado

Traz a presença das mais variadas especiarias, sejam quentes, frias, salgadas, fortes ou fracas. Exemplos: cardamomo, cravo, canela, gengibre, noz moscada, pimenta preta, pimenta rosa, coentro, etc.

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Entrevista com a Symrise - Perfumes e tendências

O outono já está por aí, e junto dele, mudanças no nosso dia a dia. Esse clima 2 em 1 gera mudanças em nosso vestuário, alimentação, e por que não, nos nossos cheiros. Nos dias e noites de calor, temos por hábito usar perfumes mais leves, aromáticos, aquáticos e frutados. Já no outono, a preferência passa a ser por fragrâncias opulentas e mais duradouras. Segundo os perfumistas da Symrise, casa de fragrâncias muito conceituada no mundo, nessa estação predominam notas amadeiradas (sândalo, vetiver e patchouli), de frutas vermelhas (cassis, framboesa), orientais (mais adocicadas) e gourmand (chocolate e caramelo).

Para enriquecer nosso site, fizemos uma entrevista exclusiva com a gerente de marketing da Symrise Brasil,  Camila Casemiro, trazendo à tona assuntos relevantes tanto para a estação do ano, quanto do setor de perfumaria. Desde já, fica aqui o nosso agradecimento à Camila, pelo tempo cedido e pelas valiosas informações.
E aí pessoal, vamos lá? Acompanhe a entrevista a seguir.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Azzaro Chrome

azzaro chrome resenha
Limpeza, frescor, sofisticação, casualidade, masculinidade e elegância. Dá pra se ter tudo isso em um perfume só? A resposta é SIM. E isso nós vamos ver nessa resenha maravilhosa aqui do site. Bora??

Chrome (Azzaro): cítrico aromático, com notas de alecrim, abacaxi, néroli, bergamota e limão, ciclâmen, coentro, cardamomo e jasmim, sândalo, tonka, almíscar, cedro, jacarandá e musgo de carvalho. 

O perfume abre com uma explosão super cítrica de bergamota, limão e alecrim. Esse cheiro super azedo dura por três minutos, até ceder lugar às notas de coração mais notáveis, que são o aroma floral mais aquático (jasmim e néroli) e o musgo de carvalho, que já é facilmente detectado no aroma a partir do tempo citado e dura até o fim.

Depois dos cítricos, o aroma se torna saponáceo, limpo, como um bom banho tomado, e as semelhanças com o clássico unissex CK One não são esquecidas. De fato, eles são parecidíssimos pela maior parte do tempo. Mas, o grande diferencial do Chrome, é justamente o que traz o aspecto cromado/metálico do perfume: o musgo de carvalho. Depois de cinco minutos, o acorde já pode ser percebido e vai ganhando mais destaque com o passar do tempo, até o último minuto de duração do perfume na sua pele.

Porém, com a reformulação, o Chrome deixou de ter musgo natural e passou a utilizar sua variação sintética, chamada evernia prunastri. Esse sintético replica com perfeição o aroma, mas não consegue replicar a potência. Chrome já foi um perfume marcante, de presença. Mas depois de 2010, isso deixou de ser um fato, e ele ficou bem mais suave do que o esperado. Fixa até bem na pele, mas não tem aquele desempenho fenomenal de tempos passados. O que não deixa de ser um problema para os amantes do aroma, que ainda é o mesmo.

E por fim, depois de duas horas na pele, as notas de fundo aparecem, como uma segunda pele, sem fazer nenhum escândalo. Todas com muita discrição, harmonia, e conforto. O musgo ainda está lá, mas o almíscar aparece bem, assim como algumas nuances de cedro. Um excelente perfume, de baixo custo, e de aroma fácil de agradar. Nosso nariz se acostuma muito rápido com as notas, mas eu garanto a vocês que ele tem uma presença satisfatória e é notado pelas primeiras duas horas. Isso sem contar no tanto que ele é elogiado pelas mulheres, aceitação altíssima e facilmente liberado para compras às cegas.

Fixação: 4/5
Projeção: 3/5
Aroma: 4,5/5

Considerações finais: um perfume maravilhoso, equilibrado e bem construído, com excelente aceitação, dura bem, custa barato, e combina com qualquer clima e ocasião. Mesmo sendo um perfume de 1996, é um clássico contemporâneo, fácil de agradar, e não tem "cheiro de velho".

Forte abraço!