terça-feira, 19 de janeiro de 2016

REVIEW | Les Égocentriques


Em parceria com o site Ego in Vitro, do fragrance coach Daniel Barros, tenho a grande honra de apresentar a vocês o projeto feito por ele, intitulado de Les Égocentriques. Nove frascos com nove combinações de essências que servem para tentarmos descobrir qual é a nossa tendência olfativa preferida. Uma grande iniciativa do Daniel, e diga-se de passagem, muito divertida e agradável. Fui contemplado com um discovery set contendo todas as nove fragrâncias, e já testei uma por uma para relatar minhas impressões a vocês. Vamos lá??

  1. CYRUS: a combinação mais aromática conhecida na década de 80. Um cheiro bem mentolado, gelado, e com aquele cheiro verde macho alpha da artemísia.
  2. TUTTI: nesse, a doçura se faz presente o tempo todo. Sinto algo como bala de framboesa, bem gourmand. Existem outras frutas na composição, mas a framboesa se destaca muito mais.
  3. QUINN: um dos mais tranquilos mas também mais incompreendidos até agora. Cheiro super limpo, consegui sentir mais evidente o cheiro mais cítrico do lírio.
  4. RENÉE: um verdadeiro bouquet floral. No começo, sinto bem evidente o cheiro de rosas. Depois de um tempo, tuberosa, ylang-ylang, um fundo animálico de civeta. Até aqui, o aroma mais rico e complexo de todos. Cada pele deve reagir de uma maneira com ele, aroma intensamente multifacetado.
  5. JIANG: no começo, uma bomba hecatombe de vetiver terrível. Chega a dar um pouco de náuseas. Mas depois que o cheiro assenta, fica um vetiver abraçado pelo musk incrível. Da água pro vinho em 5, 15 minutos. Lembra cheiro de roupa nova, de boutique cara. Notas de altíssima duração na pele. Gostei muito dessa secagem final.
  6. BIRKE: um chipré clássico. Muito másculo, gosto desse aroma de couro cítrico com musgo e aquele toque de barbearia clássica de lavanda. 
  7. KALEB: aroma totalmente oriental. Basicamente a fruta do café e chocolate. No começo, é bem esquisito, mas depois fica bacana. 
  8. SASHA: pancada de gengibre, nota mais evidente durante praticamente todo o tempo enquanto aplicado. Claramente, no começo ele é sofrível, mas depois vem um toque de fruta suculenta que quebra esse ardor pungente dele. Show.
  9. GREET: uma combinação floral bem incomum. Muito interessante depois de cinco minutos aplicados. Consigo sentir o cheiro da íris e o da fava tonka bem evidentes, o tempo todo. Para os amantes de íris, esse é peça obrigatória.
Foi muito bom receber um set desses e poder "brincar" com cada fragrância. As combinações são infinitas, desde o processo de layering dos perfumes até a quantidade de borrifadas de cada um. Um pouco a mais ou a menos muda totalmente o aroma. Um excelente presente, aliado às excelentes possibilidades. Enfim, uma viagem louca e muito divertida pelo universo dos perfumes. Vale e MUITO a pena. Mais do que recomendado.

Forte abraço a todos!

Agradecimentos: Daniel Barros (Ego in Vitro)
E-mail: contato@egoinvitro.com.br
Adquira os perfumes em egoinvitro.com.br/egocentriques
Tel.: (11) 97256-0545

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

TOP 10 | Melhores perfumes femininos

Olá, meninas!!

Após vários pedidos, resolvi parar de fazer suspense e lançar o tão aclamado TOP 10 de melhores perfumes femininos de todos os tempos, na minha coleção. Perfumes estes que nós, homens, adoramos sentir em uma mulher. Perfumes que agradam mais do que desagradam, aromas únicos, icônicos, e pelos quais sou apaixonado. Vamos lá?? Confira a lista no vídeo a seguir?

Gostaram?? Com certeza faltaram vários outros que gostariam, não é mesmo? Mas com certeza pensei e pesquisei bastante para que ela se tornasse o mais real possível, dentro de minhas experiências de vida. Espero ter ajudado.

Forte abraço a todas!

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

UDV Action

Geralmente, muito ouço dos amigos e contatos espalhados por todo o País que indique um perfume similar ao Térre, pois ele é muito caro e não tem porque ser tanto. Depois de uma pesquisa mais ferrenha, encontrei o UDV Action, que é feito pelo mesmo perfumista do Térre, Jean-Claude Ellena, mas com uma concentração menor de perfume. Confira comigo o vídeo bem humorado a seguir:


Curtiu?? Então vamos às compras!! Com certeza é uma compra certeira, de baixíssimo custo, e que com certeza vai agradar até os mais exigentes.

Um outro comparativo inevitável é com o Vodka The Time, da Paris Elysées. Aroma super próximo também, há quem diga que até mais idêntico do que o UDV e com maior fixação. Experimentei também e achei próximo, mas alguma nota dele ficou diferente, e acabou me lembrando um pouco menos o Térre, ao menos no papel. Mas a duração do aroma foi um pouco maior, realmente. Na dúvida, compre ambos que estarão bem servidos!

Forte abraço a todos!